Arquivo

group work

A importância do treinamento e desenvolvimento de pessoas

Quando o assunto é a conquista de um bom emprego, a maioria das pessoas indica uma boa faculdade como principal diferencial na disputa de uma vaga. De fato, ter um diploma que ateste uma formação profissional de qualidade é essencial no mercado de trabalho. Mas, não podemos nos esquecer que o cenário atual exige atualização constante por parte dos profissionais – principalmente aqueles que almejam futuras promoções e possíveis cargos executivos.

Vivemos em um universo cada vez mais dinâmico, onde as distâncias estão mais curtas e a troca de informação acontece em velocidade e quantidade exorbitantes. E para enfrentar esse cenário rápido de mudança, é necessário ter colaboradores habilidosos e capacitados para lidar com os desafios impostos pelo mercado. Um ótimo exemplo foi a chegada da internet, que em menos de 15 anos revolucionou os processos de trabalhos em quase todas as áreas de atuação.

Por isso, investir na atualização e na capacitação são estratégias importantíssimas para que essas novas perspectivas tragam reais benefícios às organizações. E é aí que entra os processos de treinamento e desenvolvimento pessoal, cujo principal objetivo é gerar aprendizado aos colaboradores de uma empresa. Mas, afinal de contas, existe diferença entre o desenvolvimento e o treinamento? A resposta é sim.

De acordo com especialistas, o treinamento é um processo educacional de curto prazo, que promove a aquisição de habilidades, conceitos ou atitudes, sendo aplicado de forma sistemática e organizado. Aqui, estamos falando de uma necessidade pontual, que exige uma ação rápida. Já o desenvolvimento é visto como um processo a longo prazo, com foco no desempenho futuro das pessoas. A ideia é trabalhar para que cada colaborador seja visto como um membro valioso e indispensável para a organização.

Dependendo da área, é necessário investir mais em um determinado processo. Pessoas que atuam na área de saúde, tecnologia e informação demandam treinamentos constantes para estarem sempre a par das novas descobertas. Enquanto pessoas que ocupam cargos executivos ou de liderança contam com métodos específicos de desenvolvimento, como o coaching, por exemplo. Além disso, o investimento pessoal é muito importante. Apostar no aprendizado de um idioma, cursos livres e outros métodos de aprendizado são sempre bem vistos. Lembre-se que aprendizado nunca é demais!

Seja qual for o seu caso, é preciso ter em mente que uma única qualificação não é suficiente no cenário atual de trabalho. Invista numa boa faculdade, mas também não deixe para depois uma possível pós-graduação ou MBA. Ter conhecimento de outras línguas e fazer cursos livres relacionados a sua área de atuação também agregam valor ao currículo e são um diferencial não apenas na busca de um emprego, mas também na conquista de um novo cargo.